Lavaux

Lavaux é a região que fica entre Lausanne e Montreux, na Suíça, à beira do Lago de Genebra ou Lac Léman, conhecida como Vinícolas em Terrassas, e é considerada um Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. As vinícolas se estendem por 30km na costa do lago, e oferecem opções de caminhadas, visitas privadas, passeios de trem, cidadezinhas super simpáticas, entre outros.

Quando fui para Lavaux eu estava hospedada em Genebra e fiz um bate-e-volta. Fui de trem até Lausanne e lá troquei para ir para Pully, onde começaria a minha caminhada. Para ver qualquer transporte público terrestre na Suíça, entre no site da SBB. Você tem a opção de fazer esse passeio de um dia à partir de alguma cidade grande que você esteja hospedado, ou pode passar uns dias nessa região, também conhecida como a Riviera Suíça, uma região muito bonita e com diversas cidades para conhecer, por exemplo Montreux, sobre a qual já escrevi em outro post.

As caminhadas pelas vinícolas são fáceis e bem sinalizadas. Basta escolher em qual cidade você quer começar e em qual você quer terminar, e seguir as placas. O caminho inteiro é asfaltado, não é uma trilha de verdade, o que facilita bastante! É importante levar água e comida, porque as fontes que encontrei no meio do caminho estavam secas e não tinha nada aberto nas cidades pelas quais passei. O caminho que escolhi fazer vai de Pully até Rivaz, são uns 12km de caminhada, demoramos umas 4 horas, com pausa para um lanchinho no meio do caminho.

São 800 hectares de vinícolas, ou seja, durante a caminha inteira você vai estar andando ao lado de parreiras! E durante a caminhada inteira você vai ter uma vista maravilhosa do Lago de Genebra, misturado com as vinícolas e as montanhas do outro lado do lago… é muito lindo!!

Ao longo do caminho, que pode ser feito a pé ou de bicicleta, você pode parar para descansar ou enganar a fome sentando em um murinho ou em algumas mesas e bancos de madeira. Você vai passar por vários produtores de vinhos que oferecem degustação, para ver a programação entre neste site e clique no arquivo em pdf que aparece. Ao longo do ano acontecem alguns eventos nesta região também, veja a programação.

A minha caminhada terminava em Rivaz porque lá tem o Vinorama, um lugar que tem os vinhos da região e que oferece degustação e umas porçõezinhas deliciosas de queijos, pães e embutidos. No dia em que fiz a caminhada os produtores de vinho estavam todos fechados e não estavam oferecendo degustação, mas como um dos meus companheiros de viagem é um amante de vinho, a parada para a degustação era obrigatória.

Se você tiver alguma dificuldade de locomoção, estiver com crianças ou idosos, ou com preguiça mesmo, você pode ou pegar o trem regional e ir de cidade em cidade para ter vistas ótimas e conhecer um pouquinho a região, ou pegar o  Lavaux Express, um trenzinho que oferece algumas opções a partir de CHF15 por pessoa, com tarifas reduzidas para idosos e crianças. Lembre-se de reservar com antecedência.

Eu fui no verão, as folhas das parreiras estavam verdinhas e as uvas verdes (algumas começando a ficar roxas), mas dizem (procure fotos) que no outono é mais bonito ainda, por que as folhas ficam daquele marrom/dourado típico, maravilhoso!

Boa viagem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s